Infiltração e Umidade: Como se livrar desses vilões da construção

A infiltração pode ser uma dor de cabeça para aqueles que já construíram ou estão pensando em construir. Além de causar transtornos como mofo, móveis danificados, sujeira, ainda são responsáveis por deixar os cômodos com um aspecto de descuido. Para ajudar você a se livrar desse problema, algumas dicas são essenciais.

Vou começar a construir. O que devo fazer para evitar a infiltração?

Investir na impermeabilização das superfícies. Esse é o princípio básico de toda construção. Para isso, existem inúmeros produtos e técnicas diferentes que podem conter a umidade dos ambientes. Mas, antes de sair aplicando qualquer técnica, é necessário fazer uma avaliação. Deve-se observar em que tipo de ambiente será aplicado, se ele está em contato direto com a umidade e a técnica de construção utilizada.
Vale lembrar que todo esse serviço deve ser realizado por uma equipe especializada, para evitar transtornos futuros. Vamos conhecer os locais que devem ser impermeabilizados:

Fundações: Ao contrário do que muitos pensam, a impermeabilização não deve ser feita apenas em coberturas. É necessário fazer o isolamento entre as vigas e as paredes da construção. Muitos dos problemas com infiltração no rodapé são causados por problemas de impermeabilização nas fundações.

Estrutura de fundação

Pisos: Alguns cuidados devem ser tomados ao se aplicar a camada de concreto que receberá o contrapiso e o piso. É recomendado que uma camada de brita com um pouco de areia seja colocada antes do concreto. Essa camada servirá para isolar o piso de um ambiente úmido.

Fonte: Cimento Mauá

Fachadas: As paredes externas estão em contato constante com o sol, o vento e a água da chuva, por isso tendem a descascar a pintura. Para evitar esse problema, basta fazer uma pintura acrílica. No entanto, é preciso observar a base da construção e, se necessário, impermeabilizar a parede para garantir a separação entre os blocos e a massa.

Pintura acrílica em fachada

Áreas Molhadas: Cozinha, área de serviço e banheiros. Para esses ambientes, é preciso usar os seguintes produtos: manta asfáltica, elastômeros e pinturas impermeabilizantes. Lembre-se de atentar às recomendações de aplicação do fabricante.

Instalação de manta asfáltica | Fonte: Agatux Isolamentos

Coberturas: As lajes também precisam de cuidado especial. Nesses casos, as mantas isolantes de cobertura são as mais indicadas.

 

Impermeabilização de laje | Fonte: Limpnit

E quando o problema já está instalado, o que fazer?

O primeiro passo é identificar a origem da infiltração e buscar, o quanto antes, neutralizá-la. Segundo, é observar o tipo de superfície que está infiltrando.

Para as paredes, aconselha-se raspar o reboco na região da infiltração e esperar secar. O próximo passo é aplicar um produto impermeabilizante e fazer o novo reboco com massa de cimento. O ideal é que esse impermeabilizante seja aplicado do lado de fora.

No caso dos telhados, a solução é mais simples. Inicialmente, deve-se identificar a origem do problema e solucionar. Trocar calha, telha quebrada ou outro canal com defeito por onde a água esteja passando. Com este problema resolvido, basta tirar um pedaço do reboco, esperar secar bem, rebocar e pintar novamente.

Em relação aos alicerces, a solução é bem mais complicada, pois este deveria ter sido impermeabilizado ainda na fase de construção, com a aplicação de dois impermeabilizantes: um a base de concreto e outro asfáltico.



Deixe uma resposta