Como reduzir o impacto da sujeira no piso

A relação entre o piso e a sujeira pode ser bem complicada. Todo mundo passa por cima dele, pisa e deixa respingar vários tipos de resíduos. É aparentemente impossível manter a limpeza do chão e, consequentemente, fazê-lo durar mais. Mas, na hora de comprar, você pode escolher o tipo adequado para cada ambiente, atendando-se à característica mais propícia de acordo com cada situação: cor, atrito, impermeabilidade etc.

A cor do piso
A escolha mais básica é entre um piso claro ou um piso escuro. Nos mais claros, a sujeira é mais visível, então eles são mais recomendados para locais onde a sujeira acumulada é mínima. Já os mais escuros são ideais para esconder eventuais manchas. Mesmo assim, também precisam de cuidado, já que os modelos polidos e não-foscos, ainda que escuros, não conseguem esconder totalmente a sujeira. Marcas de pés e gordura são inevitáveis e visíveis, nesses casos.

Pedras
Com o custo um pouco mais alto, o mármore e o granito são os favoritos da maioria na hora de instalar pisos em ambientes propensos a mais sujeira. São pedras heterogêneas, com diversas manchas naturais de outras cores, característica que ajuda a disfarçar grande parte dos resíduos. Também são impermeáveis e bastante resistentes. O granito, por exemplo, é recomendado usar na cozinha, ambiente que está em constante contato com a sujeira.

Porcelanato
É um piso rígido e com baixa porosidade, propriedades que ajudam o piso a não absorver água ou impurezas. As juntas formadas pelo rejunte são finas e evitam o acúmulo de sujeira quando instalados na parede, assim como o mármore e o granito. Sua variedade é grande e existem modelos com efeitos que imitam madeira, fibra natural, pedras, etc.

O brilhoso, apesar do deslumbrante aspecto, é um piso muito fácil de ser marcado pelos pés que nele passam. E mesmo com sua limpeza fácil e prática, não é recomendado para cozinhas, por ser o porcelanato mais sensível e delicado.

Já o porcelanato esmaltado é indicado, principalmente, para banheiros e áreas de piscina, ambientes que tendem a ter contato com a umidade. É um piso resistente, fácil de limpar e que não cria manchas com o tempo. Também deixa a sujeira menos aparente.

Cerâmica
A velha e boa cerâmica! Usadas tanto como pisos como pastilhas, conseguem disfarçar bem a sujeira. No entanto, seu rejunte tende a ficar encardido com muita facilidade. A resistência da cerâmica também não é das melhores!

Cimento queimado
A tendência da vez! Livre de rejuntes, o cimento queimado é muito apreciado para pisos por possibilitar uma limpeza fácil. No estilo industrial, ele pode ser aplicado em quase todos os ambientes. Só não é muito indicado para ser aplicado na cozinha, já que os respingos de gordura podem manchar o revestimento.



Deixe uma resposta